Minha irmã

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (2 votes, average: 4,50 out of 5)
Loading ... Loading ...

Minha meio irmã estava passando sérios problemas no seu casamento, ela é mais velha que eu e meus pais pegaram-na para adotar eu tinha uns 10 anos, mas nunca tinha sentido nada por ela até que um dia ouvi ela conversando com minha irmã e dizendo que a três meses o marido dela nem tocava nela e que ela não aquentava mais essa situação, foi a deixa pra mim.
No outro dia tratei logo de lhes fazer uma visita, fui muito bem recebido pelos dois nem parecia que eles estavam mal, o meu cunhado logo saiu pro trabalho e eu fiquei só com a Dedeia (apelido carinhoso), o problema e que eu não sabia como entrar na situação, pensava em mil coisas e nada me parecia bom, até que ela começou a chorar e foi dizendo que não aguentava mais aquela vida…, pedi pra ela me explicar melhor e ela me disse que a vida dela não prestava e que não aguentava mais aquele inferno e que nem trepar ela trepava mais, quando ela falou isso acho que percebeu que era eu que estava falando com ela e fez-se um silêncio sepulcral daqueles que dão ate medo, ela ficou envergonhada mas eu não poderia perder a chance e disparei, você só não trepa agora se você não quiser, vim aqui pra você dar o troco no trouxa do seu marido, ouvi você conversando com a Mara (minha irmã, nossa) ontem e vim aqui pra te ajudar, ela meio que baixou a cabeça como se estivesse pensando e então eu agi, sabia que se desse tempo pra ela pensar ela poderia desistir, então peguei-a pelo braço e fui em direção a seu quarto, foi só o tempo de entrar e começar a pegação, nossa perecia que ela estava era a vida toda sem sexo e não só três meses, logo já estávamos nus e pude ver que mulher belíssima minha irmã era, nossa ela estava maravilhosa, muito linda, beijei seu corpo todo, comecei pelo pescoço e fui descendo até seus seio, seios pequenos porém deliciosos, o engraçado e que enquanto eu lhe mamava os seios ela não gemia, acho que por causa dos vizinhos, mas se contorcia toda, depois fui descendo por sua barriga e beijei-lhe muitos as costelas, adoro beijar costelas, porém o mais interessante estava por vir, quando coloquei a boca em sua boceta, ela gozou, gozou horrores, quase não parava e quando parou olhou para mim e disse: maninho agora é minha vez de te dar prazer e começou a fazer um dos melhores boquetes que eu já pude ter o prazer de sofrer, como ela chupava bem, uma verdadeira boca de veludo, pedi então para ela parar senão iria gozar ali na boca dela mesmo, ela parou subiu em cima de mim e me cavalgou como uma verdadeira amazona, foi muito gostoso transar com minha maninha, ela pulava em cima de mim com um vigor de dar inveja, foram momentos incríveis, podia sentir cada milímetro daquela boceta quente que recebia meu membro e como ela estava molhada, quando dei por mim estávamos nos dois num vigoroso orgasmo, foi muito bom gozar jutinho com ela.
Depois conto como essa história continuou.
Quem quiser mais detalhes me add.

Você pode deixar uma resposta, ou trackback de seu próprio site.

Deixe uma resposta