Minha irmÃ É um aviÃo

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading ... Loading ...

Olá, meu nome e Andre, tenho vinte e dois anos.
Minha irmã Áurea, tem
vinte anos, morena, olhos verdes, cabelo preto cacheados, ela e um verdadeiro avião, uma linda mulher.
Eu sempre tive um tesão louco pela minha irmã, sempre tomando cuidado, para que ninguém percebesse principalmente ela.
Em casa somos, mamãe, papai, eu e Áurea. Depois de muito tempo percebi que Áurea, estava gostando de mim, o amor dela por mim, era muito maior do que o meu por ela, fiquei surpreso mas levei numa boa, tentei levar, mas foi Áurea quem me seduziu. Papai e mamãe, trabalham em um comércio da familia, principalmente aos sábados e domingos, eu e Áurea não trabalhamos nos finais de semana, ficamos em casa o dia todo, dentro de casa, ela usa umas roupas bem curtas, para me provocar, fico doido quando ela da, umas abaixada em minha frente, com aquelas pernas grossa de fora, mostrando ate a calcinha, dificilmente um homem resiste, quando ela vai tomar banho, ela deixa a porta aberta, ela sabe que vou ficar espiando, e depois vou bater punheta escondido.   No ultimo verão, estava um sol muito quente, Áurea, resolveu tomar sol no quintal, para se bronzear, colocou seu fio dental preto, que mal dava pra ver ele em seu corpo, de tão pequeno que era, aquela bunda grande que ela tem, o fio dental sumiu, ela me chamou para tomar sol com ela, e passar bronzeador em seu corpo, eu não estava afim, pois sabia que seria uma tortura, ela insistiu foi na minha gaveta, pegou minha sunga e me fez eu colocar, coloquei e fomos para o quintal, ela deitou de bruços em uma toalha, e pediu para eu passar o bronzeador em seu corpo, comecei pela costa, ela desamarrou a parte de cima do biquíni, para me facilitar, fui passando e fui descendo, quando cheguei na bunda, que tentação que bunda gostosa, só tinha aquele fio, que separava as duas partes, deixando a bunda todinha de fora, eu passava as duas mão na bunda, apertava e abria dos lados, fazendo aparecer aquele cuzinho rosado, passei o dedo debaixo do fio e alisei seu cuzinho, senti que seu corpo se arrepiou todo, passei pela pernas e os pés, eu estava com o pau duro, que latejava dentro da sunga, ela virou de barriga pra cima, ficando sem a parte de cima do biquíni, de imediato ataquei aqueles seios bonitos, que estavam com os bicos duros de tesão, quando passei pela pernas, não resisti passei a mão, naquela montanha de boceta, arrancando-lhe um suspiro profundo.
Depois ela veio passar, bronzeador em meu corpo, eu estava com o pau tão duro, que não deu par esconder, ela começou a passar o bronzeador, em meu corpo e desfarsadamente, batia com o braço no meu pau, me deixou louco doido de tesão, depois de horas, eu levantei e disse, pra mim já chega vou tomar banho, ela falou eu também vou, assim você esfrega minha costa, lá no banheiro ela tirou o biquíni, ficou peladinha, comecei a esfregar sua costa, ela muito safada, começou a forçar a bunda para trais, ate encostar no meu pau, começou a rebola a bunda em mim, mas eu ainda estava de sunga ela virou de frente para mim e perguntou, você não vai tirar a sunga? eu disse agora não, ela falou então eu tiro pra você, abaixou-se e tirou minha sunga ate o pé, quando ela viu minha pica dura e grande, ela falou meu deus que beleza, ela abocanhou e começou a mama-lo loucamente, não tinha outra coisa a fazer, se não aproveitar o momento, segurei em sua cabeça e fazia um vaivém, ia tão fundo que ela engasgava, ela levantou e me deu um longo beijo de língua, ai eu fui retribuir o carinho recebido, encostei-a na parede, me ajoelhei coloquei sua colcha em meu ombro, e lambi suguei aquela boceta quentinha e gostosa, enfiei um dedo no seu cuzinho, ela rebolava como uma vaca, gemendo e gritando, em pouco tempo gozou na minha boca, peguei-a em meu colo levei para a cama, deitei de costa e puxei ela em cima de mim e fizemos um sessenta e nove delicioso, ela rebolava em minha boca, engolia meu cacete ate goza de novo, quando acabou de goza na minha boca, ela caiu de lado com o corpo mole mole, eu ainda estava com tesão, fui pra cima dela e fizemos um papai mamãe muito gostoso, com a vos lá no fundo ela falava, come meu cu eu, estou louca de vontade de dar o cu pra você, não podia deixar de atender aquele pedido, virei as pernas dela pra cima, deixando na posição de frango assado, e fui colocando meu cacete dentro do cuzinho dela, ela falava soca tudo esse cacete no meu cu, depois ela pediu para ficar em cima de mim, deitei de costa na cama, ela veio e sentou o cuzinho na minha vara, eu olhando minha vara ia sumindo dentro da àquela bunda maravilhosa, ela subia ate a cabeça do pau e descia ate o saco, ela pedia goza dentro do meu cuzinho, vai gostoso da seu leitinho pra mim, quero sentir sua porra escorrendo dentro do meu cu, você e muito gostoso, quero da meu cuzinho pra você todo dia, ouvindo aquelas palavras, gozei feito louco dentro da àquele cuzinho apertadíssimo.
Que tesão que é minha irmã, que cu gostoso que ela tem.                                    

Você pode deixar uma resposta, ou trackback de seu próprio site.

Deixe uma resposta