Fraguei meu irmÃo se masturbando

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading ... Loading ...

Meu nome é Paula, tenho dezesseis anos, meu irmão Jairo, tem dezoito, á muito tempo eu percebi, que meu irmão me olhava, com uma cara de safado, quando eu me sentava no sofá da sala ele sentava no chão, só pra ficar olhando a minha calcinha, depois que percebi a sua malandragem, comecei a usar saias mais curtas, só para deixar ele ver, minhas coxas e minha calcinha, isso me deixava muito exitada, eu estava louca para ele me agarrar e arrancar minha roupa, mas ele só ficava me olhando, eu via ele com o pau duro dentro da calça, quando isso acontecia ele logo ia pro banheiro, depois de um tempo ele voltava, eu ficava me queimando de vontade de ser agarrada e abusada por ele, um dia, minha mãe saiu, para visitar uma amiga, eu decidi que seria a hora de atacar, coloquei uma sainha rodada, bem curtinha e fiquei sem calcinha, quando cheguei na sala, ele já estava sentado no chão, me sentei bem na frente dele e como quem não quer nada, abria as pernas e deixava ele me ver sem calcinha, na hora percebi que ele já estava de pau duro, eu abria e fechava as pernas, levantava e me sentava de novo, teve uma hora que me deitei no sofá e fiquei com parte da bunda de fora, Jairo ficou doido, ele queria esconder que estava com o pau duro, mas não tinha jeito, eu doida pra ele me agarrar e me comer e ele nada só olhando, resolvi atacar, fiquei de pé em cima do sofá, para olhar pela janela, fiquei com a bundinha todinha de fora ai não teve jeito, Jairo veio por traz de mim e falou, que bunda gostosa que você tem, quando eu senti sua mão subindo pela minhas coxas, senti um friu na barriga e um calor na buceta, estava prontinha pra ele me comer, do jeito que quizesse, ele começou a me beijar e alisar a minha buceta, quando ele tirou meu seios pra fora e começou a chupar, ouvimos um barrulho no portão, era aminha mãe que estava chegando, eu corri pro meu quarto, vesti minha calcinha e voltei pra sala, minha mãe só veio pegar o cartão do banco, que ela tinha esquecido, nesse meio tempo, meu irmão foi pro quarto dele, depois que minha mãe saiu de novo, eu fui atraz do meu irão, quando eu abri a porta e entrei, ele estava peladinho batendo punheta, quando eu vi, aquele cacete duro, apontado pra frente, achei a coisa mais linda do mundo, como era grande e bonito, Jairo, ficou bravo comigo e tentou esconder de mim, eu me aproximei dele e falei, deixa eu fazer isso pra você, ele me falou bravo, vai embora daqui, você não sabe fazer isso não, eu fui pegando e falei, é logico que sei fazer isso e muito mais, ele me perguntou o que você sabe fazer?, eu fui me abaixando e comecei a chupar seu cacete, Jairo rregalou dois olhos em mim e perguntou, quem te ensinou a fazer isso?, eu falei, a maninho, deixa isso pra lá, vamos nós divertir, Jairo, me pegou de jeito e começou a me beijar, tirou meus seios pra fora e chupou bem gostoso, puxou minha calcinha de lado e chupou minha buceta, gozei umas duas vezes na boca dele, Jairo falava, não acredito que estou te comendo, o cacete dele entrava e saia da minha buceta, com uma velocidade louca, eu dava uma gozada atraz da outra, Jairo socava cada vez mais fundo, sentia seu cacete cutucando meu útero, quando eu disse pra ele, não gozar dentro da minha buceta, Jairo me colocou de quatro, molhou meu cuzinho e socou o cacete bem fundo, senti as bolas do saco batendo na minha buceta, Jairo pediu pra mim rebolar, que ele queria gozar dentro do meu cu, comecei a rebolar minha bunda no cacete, ele me chamava de gostosa, de tezão, de putinha do irmão, ainda falou, nunca mais vou bater punheta, agora vou te comer todos os dias, nisso senti uma socada mais funda e uma coisa quente, correndo dentro do meu cu, ele encheu meu cuzinho de porra, depois ele me levou pro banheiro e me deu um banho bem gostoso e falou, daqui pra frente, vou cuidar muito bem desse cuzinho gostoso e dessa buceta deliciosa, você é a melhor irmã do mundo, depois desse dia, Jairo deixa eu usar calcinha só pra sair de casa, dentro de casa eu fico o tempo inteiro sem calcinha, só pra ele ficar olhando minha buceta peludinha o dia inteiro, sempre que tem uma chance, ele da uma alisadinha e até uma chupadinha rapidinha, mas a noite, ele soca o cacete em todos os meus buraquinhos, estou feliz da vida com meu irmão, ele é muito gostoso, (quer experimentar?? não, não deixo não é só meu)

Você pode deixar uma resposta, ou trackback de seu próprio site.

Deixe uma resposta