Casada fazendo sexo com o irmao do seu marido part

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading ... Loading ...

CASADA FAZENDO SEXO COM O IRMAO DO SEU MARIDO PARTE II
Casada fazendo sexo com o irmão do marido
mulher casada – MORENA – sexo oral – sexo anal – sexo vaginal – sexo com cunhado – suruba
Olá, meu nome é “ILMA ” e o COMO JA CONTEI ANTES TRANSEI COM MARCELO IRMAO DO MEU MARIDO QUE ESTAVA PRESSO que vou relatar aconteceu de verdade. Eu nunca tive muita vontade de ser comida por outro cara depois de casada, mas meu marido sempre fantasiou esta situação enquanto transávamos. Confesso que em algumas vezes me excitei com a idéia, mas minha educação tradicional me impedia de ver as coisas por este lado…

Sou casada há 10 anos, tenho tres filhos, (morena), tipo gostosa, apesar da minha idade, 43 anos. Na minha juventude, não tive nenhum pudor, sempre transei com vários caras, principalmente meus namorados, sempre um de cada vez, mas fazendo todo tipo de sexo, oral, anal e vaginal. Uma vez fui convidada para uma suruba, não aceitei, mas cheguei a pensar na idéia, tudo isso quando solteira, mas depois de casada, me dediquei só para a família.

Um belo dia, meu marido falou com meu cunhado, que aqui vou chamar de marcelo, e mora em caxias, disse a ele através do Messenger que adoraria me ver comida por outro homem, mas gostaria que fosse um casal, pois assim poderia comer também a outra mulher e teve uma reposta direta: que a esposa dele jamais aceitaria isto e não gostaria de saber que ele me comeu, mas se meu marido prometesse não falar nada com a esposa dele, ele mesmo me comeria e que inclusive já havia batido várias punhetas para mim. Nada surpreso, mas extremamente exitado, ele disse que por ele tudo bem, mas que dependeria de eu aceitar. Ao me contar, fiquei espantada com o papo dos dois e disse que aquilo era um absurdo, além do mais como ele poderia gostar de me ver comida por outro homem sem comer outra mulher? Ele disse que seria uma oportunidade boa, uma vez que não correríamos risco de tentar algo com um desconhecido, seria mais seguro e concluiu: meu irmão tem 25 cm de pica, você iria adorar.

Não dei muita importância, porque moramos no Rio e passamos vários semanas sem ir a caxias, portanto teria muito tempo para pensar nesta besteira, mas confesso que os 25cm de pica mexeram comigo. Disse ainda que para eu não ficar sem graça, havia combinado o seguinte com meu cunhado: se eu levasse para caxias um tamanco branco, que ele me deu no meu aniversário e que eu só usava para transarmos e que tinha 21 de salto, eu estaria aceitando ao menos pagar um boquete e se eu usasse o tamanco, estaria dando o sinal verde para tudo, sexo completo.

Um ano e meio depois, estávamos como haviam se passado muito tempo eu nem me lembrava mais desta história e quando estávamos indo pra cada dele ele me disse que ficou feliz por eu ter trazido o tamanco branco. Fiquei vermelha, pois nem me lembrava da história e não havia colocado o tamanco na viagem, mas o safado colocou escondido. Fiquei meio sem jeito, mas o que fazer?!

Chegando lá não deu outra, ele bem baixinho cochichou no ouvido do meu cunhado e eu vi o sorriso safado de marcelo quando soube que eu havia trazido o tão sonhado tamanco. Pensei, é só eu não ficar sozinho com ele que a esposa dele me protege. Não teve jeito, a esposa dele saiu com nossos filhos para uma pracinha em frente e ficamos os três sozinhos. Meu cunhado estava no quarto e eu e meu marido na cozinha, o safado já veio com o cacete duro pra fora e mandou eu abocanhar. Até meu marido ficou surpreso e não deu tempo nem pra eu argumentar, vi um caralho enorme se aproximar de mim, meu marido me abaixou com as mãos no meu ombro e eu tive minha boca preenchida por aquela pica bem maior que a do meu marido.

Na verdade, em poucos segundos eu já havia aceitado numa boa e comecei a aproveitar a situação, se meu marido queria assim, por que não?! Na mesma hora me livrei da obrigatoriedade de mamar e passei a mamar com vontade, ali mesmo na cozinha levei a primeira esporrada na garganta, eu detestava ser esporrada na boca, mas desta vez estava gostoso. Dali para a xoxota foi um pulo, pela primeira vez fui comida por dois machos ao mesmo tempo, não estava usando o tamanco branco, mas as regras era o que menos importava nesta hora, estava com a xoxota e a boca muito ocupadas para pensar em regras. Ficamos fudendo por três dias consecutivos, a esposa dele sempre saia com as crianças ali perto e por uma hora mais ou menos eu era comida pelos dois safados, todos os dia. Os dois ficavam revezando, um na boca outro na xoxota, foi uma delícia. ate que os dois tentaram me penetrar ao mesmo tempo fazendo uma dupla penetraçao so que eu nao aquentei a pika do meu cunhado e dexei pra proxima vez

Não agüentei o cacete de meu cunhado no cú, mas prometi que iria agüentar na próxima vez. Mas isto é uma outra história.

Você pode deixar uma resposta, ou trackback de seu próprio site.

Deixe uma resposta