Uma viagem com amigos

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading ... Loading ...

Marta é amiga de simone, esposa de Hamilton, médico ginecologista, o médico favorito de minha mulher marta. Eles combinaram de irmos numa praia juntos. Alugamos um apartamento para uma temporada de 10 dias em caraguatatuba, estado de São Paulo. Aquele calor infernal, na praia só ficávamos até as 11 horas no máximo. Nos primeiros dias acordávamos bem cedo e iríamos nós quatro fazer caminhada pela praia. Ajeitavamos num lugar tranqüilo e deitávamos na areia de vez em quando entravamos na água. Minha mulher tem pernas grossas e um bumbum bem avantajado. Cada dia vestia um biquíni bem cavado para se mostrar. Hamilton não tirava os olhos de seu corpo. Eu notava inclusive o volume na sua sunga. Simone é clara, magra, muito bonita. Também não importava em abrir as pernas e mostrar sua pombinha com pelos loiros saindo pelas laterais do biquíni preto. Lá pelo 3º ou 4º dia já íamos separados para a praia. Hamilton e Simone ou Marta e eu. Num desses dias, Hamilton e Simone nos encontrou na praia, disseram que já voltava para o apartamento porque já estava muito quente. Eram umas 10 horas mais ou menos. Marta respondeu que não demoraria também. Logo Marta me chamou para irmos embora. Respondi: Mas já amor? Deixa os dois sozinhos por um tempo quem sabe eles não estão querendo ficar sós para fazer algum programa. Marta me respondeu: É por isso mesmo amor, conheço aqueles dois. São tarados. Fazem sexo qualquer hora. Falei: e daí, o que você tem com isso. Marta respondeu: gosto de ouvir gemidos em outro quarto, me dá um tesão danado. Quero que eles transam quando a gente estiver lá. Falei: é assim né querida. Quer uma fantasia para transar comigo? Marta me deu deu um longo beijo e falou: Há amor estamos de férias e vamos curtir o máximo, o que levamos desta vida a não ser o prazer que temos. Concordei com ela. Chegando no apartamento, não deu outra, Simone e Hamilton estavam transando no quarto e faziam a maior gemeção. Minha mulher fez sinal para entrar devagarzinho e olhar pela porta do quarto que estava aberta. Fiquei boquiaberto com o que vi. Simone estava sobre ele levantando e abaixando o corpo o pau do Hamilton quase saia e entrava de novo. Fiquei inferiorizado com o cacete do médico, uma tora grossa. Um toco de carne. Simone gemia alto. Olhei para a Marta ela estava alucinada. Marta pegou em minha mão e puxou para o quarto ao lado. Me abraçou e passava ao no meu membro sobre a sunga. Ficou durão. Marta ajoelhou n minha frente e abocanhou, me chupando e masturbando. Começou a falar: Quero sentir tudo dentro de mim. Vem meu gostoso mete logo na minha buceta. Falei para fechar a porta ela não deixou. Falou que queria mostrar para eles que também mete gostoso. Abriu as pernas e ajeitou meu pinto. Enfiei sem dó. Marta pedia mais e dizia que estava pequeno. Gemia alto e pedia mais. Enlaçou as pernas no meu corpo e pediu para gozar junto com ela. Soltei um jato dentro dela. Ficamos um tempo desfalecidos deitados de costas. Meu pau meloso e sua buceta enxarcada de porra. Deitados de costas com a porta aberta vimos a Simone passar nua para o banheiro. Marta me disse: Vou tomar banho com ela. Levantei sem fazer barulho e olhei para o outro quarto. Hamilton estava dormindo nu. Seu pau caído de lado todo brilhoso de porra. Arreparei o quanto era grosso. Marta e Simone dava risinhos debaixo d?água. Com certeza as duas tinham planejado aquilo. No outro dia na praia Hamilton falou que já ia para apartamento, precisava dar um telefonema. Marta foi logo falando: O amor preciso dar uma chegada lá também rapidinho, fica aí com a Simone. Olhei para a Simone,ela deu um sorrisinho maroto. Eu logo matei a charada. Esta danada quer dar para o Hamilton. Combinou com a Simone. Quando eles saíram, perguntei à Simone se aquilo estava planejado. Sorrindo ela falo: Seu bobo: a Marta Já transou com o Hamilton e apaixonou. Me pediu para ficar com você enquanto ela trepa com ele. Respondi: É uma safada mesmo. Simone levou a mão no meu rosto e falou: Liga não seu bobo. Pegou minha mão e levou até entre suas pernas e falou: Veja como estou. Molhadinha para você. Quero ser chupada por você. Levantamos e fomos para o apartamento. Quando entramos já ouvimos os gemidos dos dois. Simone me levou para o quarto ao lado e deitou com as pernas abertas sem o biquíni. Olhei para aquela pomba rosada de pelos loiros. Cai de boca. Lambi e penetrei a língua. Simone gemia. O gostinho de buceta estava uma delicia. Fiz ela gozar chupando seu clitóris. Simone me puxou para cima dela e me pediu para penetrar. De uma vez enfiei tudo. Falei no seu ouvido: você é muito gostosa. Gozei rapidão. Nos três dias restantes de nossas férias foi só sacanagem entre nós quatro. Combinamos para o próximo ano, irmos em outra praia juntos. Sávio… Pr

Você pode deixar uma resposta, ou trackback de seu próprio site.

Deixe uma resposta