Ninfeta estuprada

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (No Ratings Yet)
Loading ... Loading ...

Ninfeta estuprada
by: giggyo

——————————————————————————–

oi eu sou o giggyo e vou lhes contar algo que eu prescenciei a mais ou menos uns 4 anos atraz em 1999, aconteceu um fato extraordinario comigo eu tinha uma vizinha muito sapeca seu nome era andreza e tinha seus quase 14 anos muito curiosa querendo saber de tudo principalmente sexo mas ela vivia muito presa por seus pais ela tinha um corpo muito bem feito seios bem modelados morena clara cabelos cacheado bonita mesmo mas vamos ao que interesa um belo dia eu estava sozinho em casa nao tinha nada para fazer e fui até os fundo do quintal pegar minha bicicleta para dar umas voltas e escuto ruidos estranhos e resolvo olhar no buraco que tinha no muro e vejo a cena mais exitante da minha vida minha vizinha estava sentada no chao de pernas abertas com o seu cao lambendo sua xaninha aquilo me enloqueceu mais eu fiquei firme observando sem fazer barulho , seus pais estavam no trabalho e ela nao havia ido para a escola era de manha ao seu lado tinha revistas provalvelmente de sacangem ela sempre comentava com minha irmã que as tinham, aproveitando que estava só resolveu solta a franga e que franguinha por que apesar dos seus quase 14 anos e corpo bem torneado ainda era uma nifetinha com cara de menininha e quando tirou seu short e a calcinha ficando só com a blusa deu para ver que sua xaninha tinha poucos pelos so uma tirinha rala tampando a racha nao sei explicar porque tinha tao poucos pelos e ela era praticamete virgem pois ao abrir as pernas sua xana nao arreganhou como das mulheres que tiveram muitas relaçoes ficando só um pouquinho aberta, ela entao fazia carinho no pluto esse era o nome do cachorro um viralata mestiço de grande porte grande mesmo que dava até medo mas ele era manso com todos ele em pé era quase do tamanho dela ela tinha 1,69 ou 1,70m porai ela estava completamente alucinada nao se inportando com nada ao seu redor e em um momento de loucura ficou de quatro e chamou o pluto “vem pluto disse ela” ele entao lambeu mais um pouco sua bucetinha deliciosa eu estava louco de tesao olhando do buraco o cao entoa pulou em cima dela e começou a estocar e seu pau batia com violencia na sua bunda só que ele era mais alto e nao dava pé, ela entao sem pesar direito nas consequencias subiu de 4 num sofa que tinha ali por perto empinou bem a bunda e o chamou dinovo outra vez o cao subiu so que desta vez acertou em cheio seu cuzinho ela foi jogada para frente mas conseguiu sair entao abaixou a cabeça no sofa para ver melhor o pinto do cachorro levantou mais a bunda e na segunda estocada ele acertou em cheio sua racha toda melada e entro bem a metade do cacete porque ela deu um baita grito e tetou sair mai ela estava acuada entre o sofa e o cao que era muito pesado ele foçava cada vez mais e elegritava egemia de dor e desespero nao sabia o que fazer ficou recebendo aquele pau enorme ti arrombando toda eleestcava rapido segurando-a pela cintura até forçou um pouco mais e ele soutou um urro forte entao percebe que havia entrado tambem o nó ele bombou mais um pouco e parou acho que tinha gozado ela chorava e gemia ele entao desceu e ficaram grudados mai ou menos uns 35 minutos ela tentou sair mas a dor era grande pois ao movimentar ela gemia mais quando o pau do cochorro amoleceu ele mesmo puxou e saiu pulou para fora fazendo um slap’s e saiu muita porra meia avermelhada de sua xaninha acho que era sangue o pluto vouto e a lambeu todinha mas ela atonita e paralizada continou de 4 no sofa chorando baixinho e nao percebeu que o pluto ainda exitado subiu nela denovo e bobou quando ela voltou a si tentou sair mas nao deu e recebeu outra vez aqule imenso cacete que foi sem dificuldade nehuma entrando novamente juntamente com o nó ela arrumou um berrero pedindo socorro mas niguém ouvia so eu completamente esgotado de pois bati umas duas punhetas vendo aqulo e eles entao grudaram de novo só que desta vez por pouco tempo o cachorro entao puxou o seu pau ainda meio duro e deu para ver o que ela havia aguentado pois era muito grande e grosso aqule pau coisa descomunal incrivel como suportou aquilo ele a lambeu denovo e eu vi sua bucetinha que era apertadinha agora toda esfolada e bem aberta ela se levantou mau consegui andar e sumiu dentro de casa e o pluto todo satisfeito com a transa maravilhosa que teve foi se deitar, a como eu queria esta no lugar do pluto como eu o envejei naqule dia, fiquei uns quinze dias sem fer a andreza sua mae falou que ela estava de repouso porque tinha se machucado fazendo educaçao fisica assim disse ela para a mae mas eu somente eu e ela sabemos oque aconteceu bom o pluto misteriosamente desapareceu sem explicaçao. bom e isso se voces gostaram deste conto vote nele e se tiverem outros contos como este ou fotos do mesmo genero me escrevam ok ! meu e-mail é giggyo2000@yahoo.com.br

Você pode deixar uma resposta, ou trackback de seu próprio site.

Deixe uma resposta